NOTÍCIAS

02 Aug. 2013

World Energy Outlook 2013 alerta governos para alteraçÔes climåticas

Lançado no passado dia 10 de Junho, o relatĂłrio World Energy Outlook 2013, produzido pela AgĂȘncia Internacional de Energia (IEA), sensibiliza para o facto de nĂŁo se estar no bom caminho para evitar que o aquecimento global suba dois graus, alertando os governantes para seguirem urgentemente as quatro polĂ­ticas energĂ©ticas sugeridas no documento. «As alteraçÔes [...]

02 Aug. 2013

Parlamento Europeu apoia congelamento de 900 milhÔes de licenças de emissão de CO2

Parlamento Europeu apoia congelamento de 900 milhÔes de licenças de emissão de CO2Os planos que visam congelar parte dos leilÔes de licenças de emissão de gases com efeito de estufa foram ontem aprovados pelo Parlamento Europeu, depois de terem sido rejeitados em Abril por uma escassa maioria. O texto incluiu agora requisitos mais estritos para [...]

05 Mar. 2013

NomeaçÔes de Obama mostram que quer diålogo no ambiente e aposta na mistura energética

Ernest Moniz, um fĂ­sico do Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT) para secretĂĄrio da Energia, Ă© a escolha de Barack Obama para secretĂĄrio da Energia, e Gina McCarthy, responsĂĄvel pelos serviços de controlo da radiação e da qualidade do ar da AgĂȘncia de Protecção Ambiental (EPA) dos Estados Unidos Ă© a nova directora desta agĂȘncia.
Moniz [...]

05 Mar. 2013

Governo revĂȘ em baixa o crescimento das renovĂĄveis atĂ© 2020

O Governo aprovou nesta quinta-feira a revisĂŁo dos planos que estabelecem metas no que toca Ă  eficiĂȘncia energĂ©tica e Ă s energias renovĂĄveis, revendo em baixa o crescimento das fontes renovĂĄveis atĂ© 2020.
De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, o Plano Nacional de Acção para as Energias RenovĂĄveis Ă© redefinido “em função do cenĂĄrio [...]

27 Nov. 2012

Quantos paĂ­ses sĂŁo precisos para prolongar o Protocolo de Quioto?

Começaram esta segunda-feira, no Qatar, as negociaçÔes para um sucessor para o Protocolo de Quioto, que expira no final do ano e regula as emissĂ”es de gases com efeito de estufa. HĂĄ pouco optimismo, mas muita urgĂȘncia.<